Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Músicos em rede com o Kompoz

por Rui Dinis, em 16.03.14

Kompoz

 

Se há plataforma que melhor poderia ser definida pelo título deste blog, é exactamente esta, o Kompoz. É uma ideia simples e curiosa ainda que já pouco original na sua génese. Genericamente e disponibilizando uma série de recursos facilitadores, o Kompoz assenta numa ideia de colaboração com músicos de todo o mundo através da Internet. Como os próprios referem na página principal do site, com o Kompoz podes criar canções com um baixista em Estocolmo, um baterista em Nashville e um guitarrista em Kalamazoo. Tem um plano gratuito.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:40

 

redes sociais

 

Para se estar online é necessário saber estar; estar de uma forma equilibrada e coerente. Não vale a pena estar presente numa dúzia de redes sociais, se depois não temos tempo nem capacidade para responder às necessidades de cada uma. É certo que músicos e bandas têm hoje na Internet uma poderosíssima ferramenta de promoção. Mas é igualmente certo que quando mal utilizada, esta vira-se rapidamente contra nós. Geralmente, de uma forma bem mais acutilante e destruidora. Ainda que sejam muitas as soluções, aqui fica a minha proposta, são 10 plataformas sociais para músicos e bandas marcarem presença:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:50

cdbaby

 

É verdade, o CDBaby é brutal! Consequentemente, é brutalmente redutor pensar que o CDBaby é apenas uma loja online para venda de música digital. Para além dela própria se considerar a melhor loja de música independente em toda a web - eventualmente com razão, ela é na verdade muito mais do que isso. Ela é um enorme centro de recursos colocado à disposição dos músicos no sentido de venderem a sua música. Não é um serviço gratuito, é verdade, mas os preços até são interessantes.

 

Eis alguns dos principais serviços do CDBaby:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:50

10fracassos

 

Se as há e podem ser identificadas, que razões podem ser apontadas para o fracasso ou sucesso de uma determinada edição online, garantida à partida alguma qualidade do produto musical? Esse é o ponto de partida, um disco gravado e editado online com qualidade suficiente para vingar. E não se deve entender aqui apenas a questão comercial, muito pelo contrário, deve entender-se também a avaliação positiva por parte dos fãs e críticos de música. Eis as 10 razões para o fracasso de uma edição online:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Receba as novidades por e-mail






Comentários recentes



Mensagens

subscrever feeds


Web Analytics